(Sabe?)

 
Sabe?
- © Lenise M. Resende -

Sabe quando você está pensando, na maravilha que seria, ter alguém que cuidasse de você? Que lhe abraçasse com carinho, que lhe escutasse com atenção, e que lhe falasse de amor? 

De repente, você escuta passos no corredor. Seu filho acordou... e você vai preparar o seu café. Antes, porém, você o abraça com carinho, escutando com atenção o que ele diz, e lhe fala de amor.

Lindo não é? Mas, nas horas de folga, você continua pensando... e, algumas vezes, chorando.

*  *  *
Nota 1 - Prosa Poética ou Crônica lírica (em que o autor relata com nostalgia e sentimentalismo)
*  *  *
Nota 2 - Para enriquecer estas linhas, coloco na sequência um texto de Artur da Távola: "... A crônica pode abarcar a poesia e prosa, ser a prosa poética, como também ser tão somente o registro sensível e solipsista (solitário) de um determinado acontecimento interior. Aí, ela tem características literárias, transformando-se, neste caso, em gênero literário. A crônica funciona como prosa poetizada de maneira muito eficaz, porque permite uma rápida apreensão de um determinado fato e o transporta desta emoção para o público de forma econômica, simples, direta e imediata ..." 
*  *  *

Nenhum comentário: